Flávio Bolsonaro usou R$ 86,7 mil em espécie na compra de salas comerciais no Rio de Janeiro

No relato, o parlamentar afirmou aos promotores que pediu os valores emprestados para o pai, o presidente Jair Bolsonaro, e um irm√£o ?- sem identificar qual deles.

Por Paulo Pereira em 09/08/2020 às 09:10:23
Entrevista com o Senador Flavio Bolsonaro em seu gabinete (Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo)

Entrevista com o Senador Flavio Bolsonaro em seu gabinete (Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo)

A compra de salas comerciais pelo senador Fl√°vio Bolsonaro (Republicanos-RJ) teve o uso de R$ 86,7 mil em dinheiro vivo enquanto ele era deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio. É o que revelam as construtoras envolvidas na opera√ß√£o e o próprio Fl√°vio em depoimento ao Ministério P√ļblico do Rio (MP-RJ) ao qual O GLOBO teve acesso.

No relato, o parlamentar afirmou aos promotores que pediu os valores emprestados para o pai, o presidente Jair Bolsonaro, e um irm√£o — sem identificar qual deles.

Fl√°vio também citou a poss√≠vel ajuda de Jorge Francisco, pai do ministro Jorge Oliveira, da Secretaria-Geral da Presid√™ncia, e chefe de gabinete de Jair Bolsonaro de janeiro de 2001 a mar√ßo de 2018, quando faleceu.

Os relatos do senador ocorreram em 7 de julho para o promotor Luis Fernando Ferreira Gomes no inquérito que apura a pr√°tica de rachadinha na Assembleia Legislativa do Rio. No depoimento, Gomes relatou a Flavio que a Cyrella e a TG Brooksfield informaram ao MP que ele pagou R$ 86.779,43 com dinheiro em espécie, por meio de depósitos banc√°rios, no ano de 2008, para a compra de 12 salas comerciais no Barra Prime Offices — um centro comercial de alto padr√£o na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

Fonte: Da Redação com O Globo

goodday

Coment√°rios

Fortes do Brasil